sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Homens... todos iguais!

Nós mulheres queremos esses tipos de homem... êh lá em casa ^^
"O verdadeiro homem quer duas coisas: perigo e jogo. Por isso quer a mulher: o jogo mais perigoso."



Lendo essa frase hoje, eu a colocaria em sentido contrário: as mulheres encontram o jogo mais perigoso que são os homens. Claro que sim. E não venham me dizer que existe a maldita exceção, porque essa está tão rara que estou desistindo de encontrá-la.

Parece que o semtimentalismo está deixando de existir, o importante é com quantas pessoas você "fica", ou seja, a quantidade é a alma do negócio. Eu prefiro ainda viver naquele mundo que dizem "conto de fadas", de encontrar um pessoa legal. E que exista pelo menos reciprocidade e respeito, coisas essenciais. Mas enquanto isso, a melhor coisa da vida é ficar curtindo sozinha, tendo um momento pra pensar na tragetória de vida, objetivos, metas... nada de enquanto a pessoa certa não aparece vou curtindo com a errada. Mas se ocorrer o contrário, como cita Verissímo, a pessoa errada ser a pessoa certa?

Ah, a vida é tão incerta, o amor mais ainda...

xiii to sentimental de mais, vestígios de um amor mal começado, mal terminado... é melhor parar por aqui... Mas ainda continuo achando: homem é tudo igual, só muda o endereço.



xD










quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A saudade... coisinha complicada





"Você estava apaixonado por alguém e levou um fora. Acontece mais do que acidente de avião, desastre com romeiros e incêndio na floresta. Corações partidos é o grande drama nacional. O que fazer? Ainda não lançaram um manual de auto-ajuda que consiga eliminar nossa fossa, e dos amigos só podemos esperar uma frase, repetida à exaustão: tire esse cara da cabeça. Parece fácil. Mas alguém aí me diga: como é que se tira alguém de um lugar tão cheio de mistérios? Gostar de alguém é função do coração, mas esquecer, não. É tarefa da nossa cabecinha, que aliás é nossa em termos: tem alguma coisa lá dentro que age por conta própria, sem dar satisfação. Quem dera um esforço de conscientização resolvesse o assunto: não gosto mais dele, não quero mais saber daquele prepotente, desapareça, um, dois e já! Parece que funcionou. Você sai na rua para testar. Sim, você conseguiu: olhou vitrines, comeu um sorvete e folheou duas revistas sem derramar uma única lágrima. Até que começa a tocar uma música no rádio e desanda a maionese. Você não tirou coisa alguma da cabeça, ele ainda está lá, cantando baixinho pra você. Táticas. Não ficar em casa relendo cartas e revendo fotos. Descole uma festa e produza-se para matar. Você bem que tenta, mas nada sai como o planejado. Os casais que se beijam ao seu lado são como socos no estômago. Você se sente uma retardada na pista de dança. Um carinha puxa papo com você e tudo o que ele diz é comparado com o que o seu ex diria, com o que o seu ex faria. Chamem o EccoSalva. Livros. Um ótimo hábito, mas em vez de abstrair, você acha que tudo o que o escritor escreve é para você em particular, tudo tem semelhança com o que você está vivendo, mesmo que você esteja lendo sobre a erupção do Vesúvio que soterrou Pompéia. Viajar. Quem vai na bagagem? Ele. Você fica olhando a paisagem pela janela do ônibus e só no que pensa é onde ele estará agora, sem notar que ele está ali mesmo, preso na sua mente. Livrar-se de uma lembrança é um processo lento, impossível de programar. Ninguém consegue tirar alguém da cabeça na hora que quer, e às vezes a única solução é inverter o jogo: em vez de tentar não pensar na pessoa, esgotar a dor. Permitir-se recordar, chorar, ter saudade. Um dia a ferida cicatriza e você, de tão acostumada com ela, acaba por esquecê-la. Com fórceps é que a criatura não sai."



segunda-feira, 28 de setembro de 2009

SEJA UM IDIOTA









A idiotice é vital para a felicidade.Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre.



Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado? Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins.No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota! Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você.



Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice.



Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto.Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo,soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça?



hahahahahahahahaha!...



Alguém que sabe resolver uma crise familiar, mas não tem a menor idéia de como preencher as horas livres de um fim de semana? Quanto tempo faz que você não vai ao cinema?É bem comum gente que fica perdida quando se acabam os problemas. E daí,o que elas farão se já não têm por que se desesperar?Desaprenderam a brincar. Eu não quero alguém assim comigo. Você quer? Espero que não.Tudo que é mais difícil é mais gostoso, mas... a realidade já é dura; piora se for densa.Dura, densa, e bem ruim.Brincar é legal.



Entendeu?Esqueça o que te falaram sobre ser adulto, tudo aquilo de não brincar com comida, não falar besteira, não ser imaturo, não chorar, não andar descalço,não tomar chuva.Pule corda!Adultos podem (e devem) contar piadas, passear no parque, rir alto e lamber a tampa do iogurte.Ser adulto não é perder os prazeres da vida - e esse é o único "não" realmente aceitável.Teste a teoria. Uma semaninha, para começar.Veja e sinta as coisas como se elas fossem o que realmente são:passageiras. Acorde de manhã e decida entre duas coisas: ficar de mau humor e transmitir isso adiante ou sorrir...



Bom mesmo é ter problema na cabeça, sorriso na boca e paz no coração!Aliás, entregue os problemas nas mãos de Deus e que tal um cafezinho gostoso agora?A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso cante, chore,dance e viva intensamente antes que a cortina se feche!



(Arnaldo Jabor)

Esperteza ou Inteligência?





O Homem e o LeãoFábula


Um homem e um leão discutiam sobre qual deles era o mais forte, e decidiram conferir ali mesmo.O homem levou o leão até uma sepultura, onde havia uma pintura do defunto matando um leão.O leão retrucou:_O que você me mostrou foi pintado por um homem. Se eu soubesse pintar, retrataria um leão matando um homem. Não vamos mostrar nada, pois é melhor medirmos nossas forças um contra o outro. Depois de matar o homem, o leão disse:_Uma prova pintada não é suficiente. Ele agora descobriu que eu era mais forte.


Moral da história:Nem sempre é verdade o que está escrito em algum lugar; é nescessário provar a verdade com atos.


(Esopo)

domingo, 20 de setembro de 2009





HÁ MOMENTOS
(Clarice Lispector)
"Há momentos na vida em que sentimos tantoa falta de alguém que o que mais queremosé tirar esta pessoa de nossos sonhose abraçá-la.Sonhe com aquilo que você quiser.Seja o que você quer ser,porque você possui apenas uma vidae nela só se tem uma chancede fazer aquilo que se quer.Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.Dificuldades para fazê-la forte.Tristeza para fazê-la humana.E esperança suficiente para fazê-la feliz.As pessoas mais felizesnão têm as melhores coisas.Elas sabem fazer o melhordas oportunidades que aparecemem seus caminhos.A felicidade aparece para aqueles que choram.Para aqueles que se machucam.Para aqueles que buscam e tentam sempre.E para aqueles que reconhecema importância das pessoas que passam por suas vidas.O futuro mais brilhanteé baseado num passado intensamente vivido.Você só terá sucesso na vidaquando perdoar os errose as decepções do passado.A vida é curta, mas as emoções que podemos deixarduram uma eternidade.A vida não é de se brincarporque um belo dia se morre."
Aproveite cada minuto da sua vida como se fosse o último. Faça feliz as pessas as quais tem maior aproximação. Enfim, aproveite intesamente... ela pode ser longa, mas inseperadamente se tornar curta também. Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje, agora, nesse instante... Amanhã pode ser tarde!

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

"Preciso dizer que te amo..."
"É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão poerfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade."
(Clarice Lispector)
As vezes coisas tão simples ou mesmo as pessoas nos fazem tão felizes... As coisas deveriam acontecer do jeito que a gente queria, como nos sonhos. Pelo menos para termos do nosso lado a pessoa que queremos. Aquela que você sonha todas as noites, lembra do abraço gostoso, do beijo que te faz perder o chão, lembra do perfume que te traz tantas recordações. Como disse Cazuza: "preciso dizer que te amo tanto..."
Mas ás vezes é tão difícil, nunca se sabe o que a outra pessoa envolvida sente. Gera-se com isso um medo de arriscar, insegurança que ofusca a vontade de expressar todo o sentimento existente.
Pequenos momentos no fazem sentir tanta felicidade e ficam guardados na memória por toda vida....
Ah, eu quero uma fábrica de realizações de sonhos! Hunf! (mas não é uma padaria tá ¬¬º)

domingo, 6 de setembro de 2009


Sexo é animal...



Partindo para o nosso dicionário Aurélio da lingua portuguesa, encontramos como sgnificado para sexo: Conformação especial de um ser vivo para o ato da geração; o que diferencia o macho da fêmea. o sexo forte: os homens; o sexo frágil: as mulheres; o belo sexo as mulheres.

Tá, sexo está relacionado a isso, a diferenciação mulhes/ homens. Mas o sexo que tem comemoração hoje é diferente... para encurtar conversa: o coito, onde se busca prazer e satisfação sexual entre as pessoas envolvidas no ato.

Várias posiçoes, os malabares do kama sutra... não importa! O resultado final dessa equação é prazer...

Mas não seria o dia do sexo todos os dias? POr que se criar um dia especial pra ele? Bom... pense um pouco na data e você terá a resposta final...

Então, comemorem a vontade pessoas... Na rua, na chuva, na fazenda, carro, garagem elevador... selvagem, cristão, pagão... você escolhe o final =D


\o/

sábado, 5 de setembro de 2009


A espera mais esperada...




video




É com esse pleonasmo mesmo que desgino o período antecessor ao19 de julho de 2009... Muita ansiedade por esta data... planos de um ano, amizades de bem longe, sentimentos criados, até uma empresa foi criada. Por que não? Amigos também são socios. Mas como criar tanta afinidade com pessoas da quais você nunca viu, nem tão pouco ouviu a voz, mas que sente uma enorme afinidade, tem gostos parecidos, pensam da mesma forma em algumas coisas. Mas quem foi a principal fonte motora da junção dessas pessoas totalmente diferentes, e o pior... de locais tão distantes? Diz-lhe-ei agora: a HISTÓRIA. E nesse contexto que nasce um quarteto fenomenal, unidos por estados bem distintos (Bahia, Pará e Rondônia), que surgiu as Libidinosas S.A. Elo fortalecedor da amizade já existente, sim. Mas o carinho e afetividade já veio desde muito antes. Quatro historiadoras desocupadas num chat no msn (um viva a tecnologia aqui \0/), para descontrair atraem uma isca para a janela "emiessienica", tendo como finalidade assuntos em geral. Como não poderia deixar de ser, o assunto dominante foi: sexo. E a partir dai surge a Rádio Descabazzo. Alegria de muitas noites, muitos risos, entrevistas inusitadas... Enfim. Lola, Rê e Nessa completam juntamente comigo essa trupe, sem contar nos libidinosos de plantão Greg (meu pernanbucano lindooo) e Thiago (cearense fofolético xD) E como não poderia deixar de ser, os chats foram se tornando rotineiros... cada dia pessoas novas jogando conversa fora. A partir daí a rede foi aumentando... A começar pelos famosos "Los Caraíbas", de pertinho, UNEB: Frankinho, Alisson e Ricardo... consequentemente Neide, Lucas, Bete... Enfim, pessoas especiais, que de qualquer forma marcaram esse ano de 2009!

E que venha o ENEH 2010 \o/


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

INICIO DE CONVERSA...







Nada mais justo do que a primeira postagem no blogg está relacionada a ela: Mafalda. Criada pelo argentino Joaquín Salvador Lavado (mais conhecido como Quino), as tirinhas foram publicadas entre 1964 e 1973. Ano este que teve o fim das publicações, sendo que para Quino, já não se tinha mais nada pra se escrever para a Mafalda. Seria repetitiva as historinhas...


A pequenina de apenas 7 anos é: contestátaria, odeias as sopas da mãe, fã de carteirinha dos Beatles, de visão ampla que não entende as coisas no mundo como são. Ou na verdade as pessoas enxergam o mundo de uma forma superficial, sem querer enxergar os seu problemas reais. Mas ela como uma pequena criança consegue ver muito além das coisas simples...


A época de sua criação em si é conturbada... Guerra Fria, Guerra no Vietinã, golpe de estado em 1965 instaura a ditadura na Argentina. Quanta coisa pra uma menininha de apenas 7 anos se preocupar não?


Mas hoje cá estou eu me sentindo como a Mafalda nessa tirinha, não é atoa que ela está ai. As vezes nos perguntamos qual nossa missão aqui nesse mundo? Por que fazer o mal aos outros, se fazer o bem nos faz melhor e traz felicidade para ambos os lados? Era bem melhor se estivesse em outro mundo, onde as decepções com as pessoas não existisse, o amor ao próximo fosse maior. Essas simples coisas fazem uma falta enorme ao longo da vida. Mas cabe a nós mudar isso... como? Faça uma boa ação, nem que seja a si mesmo, ja valerá alguma coisa eu acho.


Vou finalizar esta primeira postagem com um trecho interessante do livro, "Notas de Subterrâneo" que estou lendo, do russo Fiodor Dostoiévski.


"Qual é realmente o meu objetivo ao escrever? Se não é para o público, por que não me limito a recordar comigo mesmo, sem lançá-lo no papel? De fato; mas no papel as coisas ficam mais solentes. Impressiona mais, eu me poderei julgar melhor, melhora o estilo. Além disso, talvés escrever me dê alívio."




Bjs



Até a próxima



\o